Os casais podem comprar em bancos de sêmen do Brasil e exterior

Já se sabe que pelo menos 15% dos casais no Brasil precisam fazer tratamento de reprodução assistida para conseguir a gestação. Segundo dados do Governo Federal, a estimativa é que, por ano, 90 mil casais procurem os serviços especializados. No país, não há legislação específica a respeito da reprodução assistida. Por causa disso, o Conselho Federal de Medicina criou uma resolução em 2013 para orientar os médicos quanto às condutas a serem adotadas.

A origem da infertilidade dos casais é de 40% por problemas na mulher, 40% nos homens e 20% de causa desconhecida. Por isso, a doação de sêmen também está presente na resolução do CFM. As regras dizem que: a doação nunca terá caráter lucrativo ou comercial, os doadores não devem conhecer a identidade dos receptores e vice-versa, a idade máxima do doador é de 50 anos, a escolha dos doadores é de responsabilidade das clínicas, entre outras.

Os casais podem comprar o sêmen em bancos do Brasil e exterior. Em geral, isso acontece quando o homem não tem produção de espermatozoides (azoospermia) ou que não se possa obtê-los por meio de punção de epidídimo ou testículo. Porém, a maioria dos casos em que se recorre a banco de sêmen é para produção independente e para casais homoafetivos.

Os bancos brasileiros fornecem às clínicas de reprodução assistida dados como: características físicas e pessoais, raça, tipo sanguíneo, cor dos olhos, cabelo, pele, qualificações profissionais, hobby, etc. Já nos bancos internacionais, o doador recebe pagamento pelo sêmen e dão mais detalhes sobre a vida, além de fazer testes de personalidade e psicológico. Eles relatam a formação, interesses, signos, animais de estimação favorito e se já houve gravidez com esse sêmen. Vale ressaltar também que o congelamento do sêmen pode ser realizado para uso do próprio doador no futuro, caso tenha alguma doença e queira preservar a fertilidade.

Lembrando que se o paciente quiser fazer vasectomia, pode congelar o sêmen nas clínicas de reprodução para ser usado no futuro.

Saiba mais sobre reprodução assistida no site http://sbra.com.br/.

Conheça mais sobre os bancos: http://www.fairfaxcryobank.com.br/ e http://www.pro-seed.com.br/.

 

Recommended Posts