A FIV é a fecundação do óvulo pelo espermatozoide em laboratório. Posteriormente, o médico transfere o embrião para o útero da mulher.

A Fertilização sempre tem sucesso na primeira tentativa?
Não. Assim como na tentativa de engravidar naturalmente, na FIV a gestação pode não acontecer por falhas na formação ou na implantação do embrião. Mulheres mais jovens têm mais chance de engravidar na primeira tentativa, com índices de 40 a 50%. Aos 40 anos, a probabilidade cai para 20% e continua diminuindo com o passar do tempo.

O que leva às falhas?
Tanto a qualidade do embrião resultante do tratamento de reprodução quanto às características hormonais do endométrio, que o tornam receptivo ou não ao embrião, podem prejudicar o sucesso do tratamento. A qualidade do embrião, a receptividade endometrial e a interação entre o embrião e o endométrio são os principais responsáveis pela necessidade de repetição da FIV.

Quando fazer a segunda tentativa?
Primeiramente, quando a FIV não dá certo, é preciso avaliar se existe algum fator para a falha antes da segunda tentativa. Pode ser necessário esperar de um a dois a três meses, para que o corpo possa se recuperar de toda a carga hormonal que recebeu.

Quantas tentativas de FIV a mulher pode fazer?
Não existe um número máximo de tentativas, dependendo, principalmente, do prognóstico do casal , das condições de saúde e também da disposição financeira. Algumas vezes deve-se se trocar a estratégia do tratamento. É importante ressaltar que apenas o especialista em reprodução assistida tem capacidade para confirmar se novos procedimentos podem ser realizados. Saiba mais no www.clinicaprogest.com.br ou ligue para (51) 3222.7699.

Recommended Posts